Flamengo
Página Inicial
História do Flamengo
Craques
Notícias Flamengo
Grandes elencos
Jogos imortais
Sala de Troféus
Vídeos do Flamengo
Títulos do Flamengo
Estatísticas
Crônicas
Cronologia
Curiosidades
Escudos
Uniformes
Donwloads
Hino do Flamengo
Mascote
Sedes
Letras de músicas
Frases famosas
Links
Mural da torcida
E-mail

 

A história do Flamengo no Campeonato Carioca (Curiosidades e estatísticas)

 

1) A Grande Confusão: Amadorismo ou Profissionalismo.

Em 1912, houve pela primeira vez dois campeonatos no Rio de Janeiro. O Botafogo briga com a Associação Metropolitana de Desportes Terrestres  e ingressa na Associação de Futebol do Rio de Janeiro, disputando com Americano, Catete, Germania, Paulistano  e Internacional, sagrando-se campeão. Já no campeonato oficial da cidade, o Paysandu se sagrava campeão, com o Flamengo vice, na sua primeira participação em campeonatos cariocas.

Em 1924 houve nova cisão no futebol do Rio de Janeiro. Descontentes com o falso amadorismo que o Vasco da Gama empregava para conseguir jogadores, que apenas jogavam futebol e recebiam para isso, ferindo a ética da época, onde os jogadores não poderiam ser profissionais, os clubes criam uma nova liga e disputam o campeonato da AMEA (Associação Metropolitana de Esportes Atléticos), que era reconhecida pela CBD. O Vasco participa do campeonato da LMDT (Liga Metropolitana de Desportos Terrestres), que fica relegada a um segundo plano e realiza um campeonato paralelo com a participação de Vasco, Vila Isabel, Carioca, Palmeiras, River, Andaraí, Engenho de Dentro, Bonsucesso, Mackenzie e Mangueira. Os jornais da época nem mostravam as súmulas dos jogos. Já o campeonato oficial foi disputado por Flamengo, Fluminense, Botafogo, Bangu, São Cristóvão, América, Helênico e Brasil. O campeão da AMEA foi o Fluminense e da LMDT foi o Vasco. Essa liga foi chamada de Liga Barbante por toda a imprensa carioca. No ano seguinte, o Vasco consegue sair da LMDT, que ainda mantém seus campeonatos até 1932, tendo os seguintes campeões: Engenho de Dentro (1925), Modesto (1926 e 1927), Sport Club América (1928 e 1929), Santa Cruz (1930), Oriente (1931) e Sport Club Boa Vista (1932).

Em 1933 foi criado definitivamente o profissionalismo, já que havia se tornado impossível impedir que vários clubes pagassem bichos e até salários para os jogadores. Como não havia unanimidade na AMEA, foram realizados dois campeonatos, o da AMEA que contava com o apoio da CBD, e o da Liga Carioca de Futebol que apoiava o profissionalismo. O campeão da AMEA foi o Botafogo, que disputou o campeonato contra clubes como River, Andaraí, Mavilis, Brasil, Cocotá, Olaria, Engenho de Dentro, Portuguesa e Confiança. O campeão da LCF foi o Bangu, que disputou contra Flamengo, Fluminense, América, Vasco e Bonsucesso.

Em 1934, repetindo-se o problema do ano anterior, o Vasco foi o campeão da LCF e o Botafogo campeão da AMEA. O título do Botafogo foi considerado o oficial, já que a AMEA era reconhecida pela CBD. É certo que o profissionalismo viria para ficar, porém a CBD era o órgão filiado a FIFA e representava o desporto nacional.

Em 1935, era criada a Federação Metropolitana de Desportos (FMD) substiutindo a AMEA. O campeão foi o Botafogo, que disputou contra Vasco, Olaria, Bangu, Brasil, São Cristóvão, Carioca, Andaraí e Madureira. Do outro lado, o campeonato da Liga Carioca de Futebol (LCF) foi ganho pelo América, que disputou contra Flamengo, Fluminense, Portuguesa, Bonsucesso e Modesto.

Em 1936, o campeão da FMD foi o Vasco e o da LCF foi o Fluminense.

Em 1937, houve a unificação dos campeonatos, tendo a Liga de Futebol do Rio de Janeiro a responsabilidade de realizar o campeonato, que foi vencido pelo Fluminense, contando com todos os times de tradição no Rio de Janeiro.

Em resumo:

1912 - Campeão oficial: Paysandu (AMEA)

           O Botafogo foi campeão do outro campeonato (AFRJ)

1924 - Campeão oficial: Fluminense (AMEA)

           O Vasco foi campeão do outro campeonato. (LMDT)

1925 - Campeão oficial: Flamengo (AMEA)

           O Engenho de Dentro foi o campeão do outro (LMDT)

1926 - Campeão oficial: São Cristóvão (AMEA)

           O Modesto foi o campeão do outro (LMDT)

1927 - Campeão oficial:  Flamengo (AMEA)

           O Modesto foi o campeão do outro (LMDT)

1928 - Campeão oficial: América (AMEA)

           O Sport Club América foi campeão do outro (LMDT)

1929 - Campeão oficial: Vasco (AMEA)

           O Sport Club América foi o campeão do outro (LMDT)

1930 - Campeão oficial: Botafogo (AMEA)

           O Santa Cruz foi o campeão do outro (LMDT)

1931 - Campeão oficial: América (AMEA)

           O Oriente foi o campeão do outro (LMDT)

1932 - Campeão oficial: Botafogo (AMEA)

           O Boa Vista foi o campeão do outro (LMDT)

1933 - Campeão oficial: Botafogo (AMEA)

           O Bangu foi o campeão do outro (LCF)

1934 - Campeão oficial: Botafogo (AMEA)

           O Vasco foi o campeão do outro (LCF)

1935 - Campeão oficial: Botafogo (FMD)

           O América foi o campeão do outro (LCF)

1936 - Campeão oficial: Vasco (FMD)

           O Fluminense foi o campeão do outro (LCF)

Levando-se em consideração tais fatos, chegamos a conclusão que os títulos do Botafogo ( 1912 ), do Vasco ( 1924 e 1934),  do Bangu (1933 ),  do América (1935) e do Fluminense (1936) não foram oficiais, pois foram disputados por Ligas não reconhecidas pela CBD.

Obs.: O Flamengo disputou os campeonatos de 1933, 1934, 1935 e 1936 pela Liga Carioca de Futebol (LCF), que não representava o campeonato oficial, porém representava o profissionalismo. A partir de 1937, todos os times já estavam adaptados ao profissionalismo, tendo a Liga de Futebol do Rio de Janeiro como responsável pelo campeonato e já reconhecida pela CBD.

Fonte de Pesquisa: "Campeonato Carioca 96 anos de História - 1902 a 1997 " Roberto Assaf e Clóvis Martins. Editora Irradiação Cultural - 1997 - Rio de Janeiro.

___________________________________________________________

2) 1914.  A primeira conquista.

Em 1914, o Flamengo consegue se sagrar campeão carioca pela primeira vez em sua história. Após ter trocado de uniforme, deixando o "Papagaio de Vintém" pelo "Cobra Coral", o time engrena e só não é campeão invicto devido a uma única derrota, de 2 x 1 para o Botafogo. Em  22 de novembro, no estádio das Laranjeiras, o Flamengo empata de 4 x 4 com o São Cristóvão e conquista o primeiro campeonato carioca de sua história.

____________________________________________________________

3) 1915. Campeão Invicto. Bicampeão.

Em 1915, ainda vestindo o "Cobra Coral", o Flamengo conquista seu primeiro campeonato carioca de forma invicta. Possuindo um time muito superior aos seus adversários, o Flamengo não encontra dificuldades e mesmo relaxando no segundo turno, quando empatou 4 jogos sucessivos, vence o Bangu por 5 x 1 no último jogo, em 31 de outubro, no Estádio da Rua Paysandu e conquista o segundo título de campeão carioca de sua história.

____________________________________________________________

4) 1920 . Campeão Invicto de novo.

Já usando o uniforme rubro-negro, que fora implantado no time desde 1916, o Flamengo conquista seu segundo título invicto. Nesse ano, o Flmengo conta com a participação de dois jogadores especiais. O primeiro foi o inglês Sidney Pullen, que havia conquistado o título de 1915 pelo Flamengo e havia jogado pela Seleção Brasileira no Sul-Americano de Buenos Aires de 1916. Em 1917 foi lutar na Primeira Guerra Mundial, como soldado britânico, contra os alemães. Em 1920, Sidney Pullen retorna ao Flamengo e joga no clube até 1925, quando encerra definitivamente sua careira. O segundo jogador foi Píndaro de Carvalho, que após ter conquistado o título de 1915, se formou em médico e já estava fora do futebol, quando o Flamengo ficou sem zagueiro para o jogo contra o Palmeiras. Píndaro responde ao chamado, joga e o Flamengo vence por 5 x 0. Em 19 de dezembro, o Flamengo empata em 2 x 2 com o Fluminense, no Estádio das Laranjeiras e conquista seu terceiro título de campeão e o segundo invicto.

___________________________________________________________

5) 1921. Em jogo extra, Flamengo campeão.

Em 1921, o Flamengo não conseguiu realizar a mesma campanha vitoriosa, mas mesmo assim chegou empatado em pontos com o América, que possuía um grande time e que seria campeão no ano seguinte. Em 04 de setembro, no Estádio das Laranjeiras, Flamengo e América disputam o jogo decisivo do Campeonato Carioca de 1921. O fato contou com grande interesse da imprensa e dos torcedores, que lotaram o estádio do Fluminense. Após empate sem gols no primeiro tempo, Chico faz 1 x 0 para o América no início do segundo tempo. No início do campeonato, o Flamengo passa a contar com o jogador Nonô, transferido do pequeno time do Palmeiras. Nonô foi o artilheiro do campeonato e foi o autor do gol de empate nesse jogo decisivo. Foi necessária uma prorrogação. Com gol de Candiota, o Flamengo vence o jogo decisivo e conquista o título de bicampeão carioca. Um fato inusitado: desde 1912 havia o acesso para a primeira divisão  e descenso para a segunda divisão. O Fluminense ficou em último no campeonato de 1921 e teve que disputar um jogo com o Vila Isabel, vencedor da segunda divisão. Ao vencer por 3 x 1, o Fluminense se livrou do vexame de ir para a segunda divisão do Campeonato Carioca.

____________________________________________________________

6) 1925. Ainda amador, mas campeão.

Em 1924, após o falso amadorismo do Vasco da Gama, que pagava seus jogadores, a maioria negros e mulatos e que assim feria as regras do esporte na época, onde era proibido o profissionalismo no futebol, houve uma cisão no futebol do Rio de Janeiro. O Flamengo disputou os campeonatos realizados pela AMEA (Associação Metropolitana de Esportes Atléticos). O Vasco inicialmente disputou o campeonato da LMDT (Liga Metropolitana de Desportos Terrestres) contra times pequenos. Em 1925, o Vasco consegue retornar ao campeonato oficial da cidade e vê o Flamengo conquistar o título contra os principais times do Rio de Janeiro, o que não acontecia no campeonato da LMDT. Em 22 de novembro, o Flamengo vence o América por 4 x 0, no Estádio da Rua Paysandu e conquista mais um título de Campeão Carioca. Outro fato inusitado: Em 1924, o Botafogo também chega em último lugar e só não cai para segunda divisão, pois vence o Vila Isabel por 3 x 1, no jogo que definiria quem ficaria na primeira divisão de 1925.

___________________________________________________________

7) 1927. O Primeiro Campeonato da Superação:

Em 1927, o Club Athlético Paulistano, de São Paulo, briga com a Associação Paulista de Sports Athléticos, devido ao falso amadorismo que se via nos clubes paulistas, e se vê afastado do campeonato paulista. O Flamengo, em ajuda ao seu co-irmão paulista resolve ceder seu campo, na Rua Paysandu, para que o Paulistano pudesse realizar amistosos contra equipes argentinas. A AMEA (Associação Metropolitana de Esportes Athléticos) resolve punir o Flamengo com o afastamento do campeonato carioca, pois estava interferindo na decisão de outra Associação. Já demonstrando sua força popular, várias pressões fizeram o Flamengo retornar a disputa do Campeonato Carioca. Porém, vários jogadores, com medo de ficarem sem jogar, resolveram abandonar o Flamengo, deixando-o em situação delicada, praticamente sem time. Com isso, o técnico Juan Bertoni traz de volta jogadores já veteranos como Nonô e Moderato, traz reforços como Chrystolino, Angenor e Rubens e efetiva como titular o jovem centro médio Flavio Costa. Com uma campanha heróica, o Flamengo conquista este campeonato, derrotando o América na final por 2 x 1. Neste jogo, o jogador Moderato, que  meses antes operara uma apendicite, usa uma cinta no abdome e superando a tudo, torna-se campeão carioca, inclusive marcando o gol da vitória, demonstrando um amor a camisa e as cores do Flamengo, que deveriam servir de exemplo aos atletas que hoje em dia colocam o lado financeiro em primeiro lugar. Com certeza, na galeria de heróis Rubro Negros, há um lugar especial para este grande jogador.

____________________________________________________________

8) 1939. O primeiro título profissional e o negros fazem sucesso no Flamengo.


Última atualização: 27/09/13. Política de privacidade  |  Mapa do Site