Flamengo
Página Inicial
História do Flamengo
Craques
Notícias Flamengo
Grandes elencos
Jogos imortais
Sala de Troféus
Vídeos do Flamengo
Títulos do Flamengo
Estatísticas
Crônicas
Cronologia
Curiosidades
Escudos
Uniformes
Donwloads
Hino do Flamengo
Mascote
Sedes
Letras de músicas
Frases famosas
Links
Mural da torcida
E-mail

 

Flamengo 2x2 Botafogo - Final do Campeonato Carioca de 2007

 

Flamengo X Botafogo

História

Três anos após ganhar seu último título do Campeonato Carioca, o Flamengo voltava a uma decisão do torneio. Desta vez, o adversário não seria o Vasco, mas sim o Botafogo. No entanto, não houve outra diferença para as últimas decisões. No final, deu Fla, mais uma vez. A vigésima nona conquista estadual do rubro-negro.

Na centésima primeira edição da Competição, o Flamengo conquistou a Taça Guanabara, ao derrotar o Madureira por 4x1 na finalíssima, após ter perdido por 1x0 o primeiro jogo da decisão. Antes, nas semi-finais, a equipe venceu o arqui-rival Vasco da Gama, nos pênaltis. Pênaltis que viriam a decidir o Campeonato Carioca daquele ano, após dois empates por 2x2 entre o time da Gávea e o alvinegro de General Severiano nas partidas da final.

Claiton e Renato levantam a taça - Jornal dos Sports

Claiton e Renato levantam a taça - Jornal dos Sports

No primeiro jogo, o Fla saiu perdendo. Dodô e Lúcio Flávio fizeram 2x0 para o Bota, ainda no primeiro tempo. Mas com muita raça, o Rubro-Negro arrancou o empate na segunda etapa, com gols de Renato e Souza. Já na finalíssima, foi o Fla quem abriu o placar. Depois, permitiu a virada botafoguense, mas empatou no final, com um golaço de Renato Augusto. Aí, a partida foi para os pênaltis. Brilhou a estrela do goleiro flamenguista Bruno, e a torcida pode comemorar mais um título.

O Jogo

Souza é só felicidade após o primeiro gol do jogo - GloboEsporte.Com

Souza é só felicidade após o primeiro gol do jogo - GloboEsporte.Com

Um duelo igual no ano de 2007. Essa foi a tônica dos confrontos entre Flamengo e Botafogo neste ano. Porém, uma equipe saiu mais feliz, e foi o rubro-negro. Com o Bota sempre favorito, o Fla se manteve equilibrado, e, na raça, não perdeu nenhum dos cinco jogos contra o rival na temporada. E ainda saiu com um título suado, nos pênaltis, na final do Campeonato Carioca.

Com mais de 63 mil pessoas no Maracanã, e após um empate de 2x2 na primeira partida, o clima era de tensão na tarde de 6 de maio de 2007. Presságios de uma partida equilibrada e emocionante que estava por vir. A torcida rubro-negra era imensa maioria e foi a primeira a comemorar. Mas, demorou. O primeiro gol do jogo só saiu no segundo tempo. Antes disso, na primeira etapa, o Botafogo mostrou o porque de ser favorito ao título. Logo aos 9, Luciano Almeida quase marcou de falta. Aos 24, foi a vez de Zé Roberto, que bateu na saída do goleiro Bruno, que fez uma bela defesa. O Fla só ameaçou aos 39, em jogada individual de Renato.

Renato Augusto comemora o gol de empate do Fla - GloboEsporte.Com

Renato Augusto comemora o gol de empate do Fla - GloboEsporte.Com

Aos 7 da segunda etapa, no entanto, Juan fez jogada rápida pela esquerda, e cruzou rasteiro no pé do centroavante Souza, que não perdoou e empurrou para o gol. Festa rubro-negra. Mas, durou apenas quatro minutos. Aos 11, Lúcio Flávio bateu falta da direita, e Juninho, de cabeça, empatou para o Bota. E após mais quatro minutos, aos 15, Jorge Henrique tabelou com Dodô, que, da entrada da área, bateu por cobertua, deixando Bruno sem poder fazer nada. 2x1 e festa dos alvinegros, em minoria no Maraca.

O Flamengo pareceu assustado, e os alvinegros se aproveitaram disso. Aos 24, Dodô deixou Joílson na cara do gol, e o lateral-direito acabou chutando pra fora. Quando tudo parecia perdido para a equipe do técnico Ney Franco, o garoto Renato Augusto chamou a responsabilidade. Após jogada individual no meio-do-campo, o jovem meia acertou um balaço de longe e empatou novamente a partida. A partir de então, o jogo ficou truncado, e as equipes seguraram o resultado, esperando pelos pênaltis.

Bruno pega o pênalti de Juninho - GloboEsporte.Com

Bruno pega o pênalti de Juninho - GloboEsporte.Com

Mas, aos 44, um lance crucial ainda viria a ocorrer. O atacante Dodô recebeu sozinho dentro da área, em posição legal. Porém, o árbitro errou, marcou impedimento, e expulsou o atacante por ter finalizado a jogada após o juiz já ter apitado. Então, o jogo foi para os pênaltis.

Na loteria das penalidades máximas, o Botafogo começou as cobranças. Lúcio Flávio foi o primeiro. E, logo de cara, Bruno mostrou ao que veio. Defendeu a cobrança do apoiador alvinegro para delírio da massa rubro-negra no Maraca. Renato foi o primeiro a bater pelo Flamengo, e converteu. Era a vez do zagueiro Juninho bater pela segunda vez pelo Bota. Ele até cobrou bem; forte, mas Bruno salvou novamente. Roni foi o segundo a bater pelo Fla. Gol, 2x0. Depois, foi só manter o ritmo. Tùlio e Lúciano Almeida marcaram pelo Bota. Juan fez o terceiro do Rubro-Negro, e coube ao lateral-direito Léo Moura a missão de fechar o placar.

Festa em campo, festa nas arquibancas, e o Rio de Janeiro se cobria de vermelho e preto novamente. Foi a vigésima nona conquista estadual do Clube de Regatas do Flamengo.

Vídeo

Ficha Técnica

Pôster dos Campeões - JB Online

Pôster dos Campeões - JB Online

BOTAFOGO 2(2) x 2(4) FLAMENGO
2º Jogo da Final do Campeonato Carioca 2007

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 06/05/2007
Árbitro: Djalma Beltrami
Assistentes: Hilton Moutinho e Dibert Pedrosa

Expulsão: 44/2ºT - Dodô (BOT)
Gols: Souza (FLA), Juninho (BOT), Dodô (BOT) e Renato Augusto (FLA)

BOTAFOGO: Max, Joílson, Alex, Juninho e Luciano Almeida; Leandro Guerreiro, Túlio, Lucio Flavio e Zé Roberto (André Lima); Jorge Henrique e Dodô - Técnico: Cuca

FLAMENGO: Bruno, Ronaldo Angelim, Jaílton (Claiton) e Irineu; Léo Moura, Paulinho, Juan, Renato e Renato Augusto; Roni e Souza - Técnico: Ney Franco.


Última atualização: 27/09/13. Política de privacidade  |  Mapa do Site